TUMMYTOX blogs.

A importância de estabelecer limites depois do nascimento do seu bebé

Superaste com sucesso todos os desafios da gravidez, enfrentaste o nascimento do teu bebé e agora entraste na fase pós-parto. Esta fase da maternidade traz desafios físicos, mas também psicológicos; por isso, é muito importante que te concentres no teu bem-estar mental.

Vamos explorar a beleza do pós-parto e descobrir como ultrapassar alguns obstáculos que possas enfrentar, estabelecendo limites onde são necessários.

Setting boundaries after the birth of your baby

O que esperar depois de seres mãe

Agora que tu e o teu bebé estão finalmente em casa, sãos e salvos, a tua prioridade número um deve ser a tua recuperação. No entanto, como mulher, é difícil não tentar fazer várias coisas ao mesmo tempo.

Provavelmente, estás a tentar equilibrar a amamentação, o descanso e a troca de fraldas, enquanto pensas na arrumação da casa, na louça por lavar e no que vais comer hoje, tudo isto ao mesmo tempo que procuras manter o teu bebé feliz.

Pára com os pensamentos intrusivos e respira. Estás a fazer o melhor que podes e tens feito um trabalho fantástico! Este não é o momento para arrumar a casa ou ganhar o concurso da cozinha mais limpa, mas sim para conheceres o teu bebé e te descobrires no teu novo papel de mãe.

Nas primeiras semanas, ou até meses, o tempo deve ser dedicado exclusivamente aos pais e ao bebé. Esta é uma das fases mais importantes na vida do bebé, e ele precisa principalmente de ti. A menos que desejes a ajuda de outras pessoas, este é o primeiro limite que os novos pais devem estabelecer.

Quando te sentires preparada para receber visitas, avisa-as. Não há necessidade de te apressares, seja após 3 meses ou 6 meses. O importante é que te sintas confortável e pronta.

O teu corpo passou por grandes mudanças durante a gravidez e o parto. As hormonas e emoções estão à flor da pele. O pós-parto é uma altura para recuperares, sentires-te confortável no teu novo papel e cuidares de ti tanto quanto do teu bebé.

Parceiros também no cuidado

Para trazer um bebé ao mundo são necessárias duas pessoas, e cuidar dele é uma responsabilidade partilhada entre pai e mãe.


Embora seja um desafio, criar um filho é uma bela viagem para ambos. Envolve o teu parceiro nas atividades diárias e nos cuidados com o bebé, ainda durante a gravidez.

Fala sobre como te sentes, deixa-o tocar na tua barriga e partilha os momentos em que o bebé dá pontapés. Convida o teu parceiro para participar nas consultas médicas e acompanhar o crescimento do bebé.

Depois do parto, permite que o teu parceiro cuide de ti. Descansa e pede-lhe para mudar fraldas, acalmar choros e alimentar o bebé. A criação dos filhos é uma responsabilidade partilhada, não só das mães.

Envolver o teu parceiro nos cuidados com o bebé reduz a tua carga e fortalece a vossa união familiar. 

Sintomas psicológicos pós-parto e como superá-los

O período pós-parto pode prolongar-se por 6 meses e, por vezes, até um ano. Algumas alterações físicas demoram dias ou semanas a sarar, mas os sintomas psicológicos podem demorar ainda mais tempo, por vezes até alguns meses.

Se quiseres ler mais sobre a recuperação pós-parto focada nas alterações físicas, não hesites em ler este artigo

O nascimento do teu bebé pode desencadear uma variedade de novas emoções, que vão desde alegria intensa e felicidade até medo, ansiedade e tristeza. Algumas mães podem até mesmo experienciar depressão pós-parto. Os sintomas psicológicos que podem surgir nesta nova fase da maternidade incluem:

  • Confusão e sentimento de perda
  • Pensamentos obsessivos
  • Flutuações de humor
  • Dificuldade para adormecer
  • Hiperatividade
  • Ansiedade
  • Tristeza

  • Sobrecarga emocional e física

Muitas recém-mamãs começam a sentir-se tristes nos primeiros dois ou três dias após o parto, o que se chama baby blues. Podes reconhecer este estado pelas mudanças de humor, dificuldade em dormir, crises de choro e ansiedade. Estes sintomas podem durar até duas semanas, por isso mantém-te forte, vai passar, tu consegues.

Se esses sintomas se agravarem e persistirem por mais de duas semanas, pode tratar-se de depressão pós-parto. É importante compreender que a depressão pós-parto é uma condição médica comum e tratável, e muitas mulheres passam por isso. A melhor abordagem é procurar o apoio do teu parceiro e consultar um profissional de saúde para juntos protegerem a tua saúde mental.

Como podes melhorar o teu bem-estar mental?   

  • Conversa com alguém
  • Pede ajuda, delega algumas atividades ao teu parceiro e descansa
  • Tenta comer de forma saudável, toma um pouco de sol pela manhã, faz caminhadas, mesmo curtas, mas ao livre ajudam a relaxar a mente
  • Junta-te a um grupo de apoio para novos pais

Estabelecer limites e cuidar da tua saúde mental não significa isolar-te a ti e ao bebé do mundo. Trata-se de criar um ninho de amor, carinho e paz para ti e para a tua família.

Embora saibamos como pode ser difícil estabelecer limites com os entes queridos, é importante que o faças.

7 limites que ajudam a tornar a tua vida e a do teu bebé mais fácil

O período pós-parto é um momento especial reservado para ti e para o teu bebé. Embora muitas vezes possas sentir algum desconforto e enfrentar desafios ao estabelecer limites com os teus amigos e familiares, é importante fazê-lo desde cedo, idealmente antes do parto.

Estabelecer esses limites é essencial para o teu bem-estar físico e mental, por isso não te sintas tímida em relação a isso. Tu és a prioridade.

Aqui tens alguns exemplos fantásticos de limites:

1. Não precisas de visitas; precisas de apoio. As visitas frequentes podem colocar muita pressão desnecessária sobre ti, por isso, durante as primeiras semanas, diz aos teus entes queridos que te deem tempo para descansar e criar laços com o teu bebé. Para mostrarem o seu apoio, podem deixar comida, levar os animais de estimação a passear ou oferecer-te boleia para as consultas médicas do bebé. Além disso, nem todas as visitas são iguais - algumas estão lá para te ajudar e outras estão lá pela necessidade que têm de ver o bebé, e não há problema nenhum em diferenciar essas visitas e traçar o limite onde te sentires confortável.

2. Não precisas de conselhos ou opiniões alheias, a menos que os peças. É comum que as mães e as sogras interfiram nas tuas decisões e no teu estilo de vida. Não deixes que isso te afete e estabelece limites desde o início. Elas devem ser bem-vindas para ajudar quando precisares, mas não para te dar lições sobre como fazer o teu trabalho. Estabelecer esses limites será muito útil, mesmo quando o teu bebé se tornar uma criança pequena e as pessoas começarem a criticar o teu estilo de educação.

3. Beijar o bebé era comum no passado. É difícil resistir às bochechas fofas e macias, mas um beijo, mesmo dado com amor, pode trazer graves consequências para a saúde do teu pequeno, espalhando germes que o sistema imunitário dele ainda não consegue combater. Nos primeiros meses, concentra-te em cuidar do teu bebé e deixa os beijos para quando ele estiver mais forte.

4. Publicar ou não publicar? Se tu, a tua família ou os teus amigos adoram publicar nas redes sociais, estabelece algumas regras básicas. Provavelmente não queres que as fotografias do teu bebé fofo sejam partilhadas sem seres consultada. A colega de trabalho da tua tia não deve ser a primeira a ver as fotos do teu recém-nascido no Facebook, especialmente quando ainda não decidiste se queres partilhá-las nas redes sociais.

5. Aceita ajuda nas tarefas domésticas, como limpar, cozinhar e passar a ferro. Isso dará mais tempo para a tua recuperação e para criar laços com o teu bebé.

6. Deixa que os outros saibam como te sentes em relação ao teu espaço pessoal e à tua privacidade. Nem todas as mães querem tirar fotografias e fazer vídeos do seu bebé para enviar a toda a gente. Além disso, quando há visitas, muitas mães não se sentem à vontade para deixar o bebé no colo de outras pessoas. E isso é perfeitamente normal! Faz o que funciona melhor para ti.

7. Reserva momentos para ti. Arranja momentos só para ti e confia o bebé ao teu companheiro. Relaxa, dorme uma sesta, toma um bom banho quente ou lê um livro. Fazer uma pausa deste novo emprego a tempo inteiro é essencial para o teu bem-estar mental.

Para todas as Super Mães

Depois de anunciares que o teu bebé finalmente nasceu, o telefone do teu parceiro vai provavelmente explodir com votos de felicidades e perguntas sobre o teu bem-estar.

Neste período, precisas de toda a ajuda e de todo o amor que conseguires para apoiar a tua recuperação pós-parto.

Durante a gravidez, deste prioridade à alimentação e evitaste muitas coisas (provavelmente sentes falta de um bom copo de vinho e de sushi) para apoiar plenamente o teu bebé em desenvolvimento.

O folato, o cálcio, o ferro, a vitamina C, o ómega 3 e muitos outros nutrientes são essenciais enquanto o teu bebé cresce na barriga. No entanto, durante o pós-parto, precisas desses nutrientes para te recuperares, especialmente se estiveres a amamentar. Por isso, é importante continuar a suplementá-los.

Sabemos que trazer uma nova vida ao mundo é um desafio: flutuações hormonais e de humor, amamentação...

É por isso que formulámos uma fórmula multivitamínica pós-gravidez com 24 vitaminas bioactivas, minerais e ómega 3 DHA, e demos-lhe o teu nome - SuperMom.

Super Mom foi formulado para suprir as deficiências nutricionais e apoiar a tua recuperação.

O que o faz super?

  • Todas as vitaminas bioativas necessárias: beta-caroteno, C, E, D3, K2, B1, B2, B3, B5, B6, B12, biotina, folato
  • Minerais essenciais: cálcio, magnésio, ferro, zinco, selénio, iodo, cobre, manganésio, crómio
  • Ómega 3 DHA vegan em doses ideais para apoiar o teu bebé amamentado e a ti.
  • Extrato de orégãos para apoiar a tua saúde, os teus seios e a função das glândulas lácteas.

Tomas conta do teu bebé, deixa a Super Mom tomar conta de ti.

Fontes:

Romano M, Cacciatore A, Giordano R, La Rosa B. Postpartum period: three distinct but continuous phases. J Prenat Med. 2010 Apr;4(2):22-5. PMID: 22439056; PMCID: PMC3279173.

Raising Children Network. “0-1 Month: Newborn Development,” February 21, 2023. https://raisingchildren.net.au/newborns/development/development-tracker/0-1-month

Mayo Clinic. “Postpartum Depression - Symptoms and Causes - Mayo Clinic,” November 24, 2022. https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/postpartum-depression/symptoms-causes/syc-20376617.