Blog

Porque razão algumas mulheres não engordam?

Já ouviste mais de mil vezes que tens que gastar mais calorias do que aquelas que comes. Mas por que razão algumas mulheres podem comer um monte de batatas fritas sem engordar, enquanto outras, apenas com a visão de um hambúrguer, não querem mais subir à balança? Talvez pareça estranho, mas é a verdade: as bactérias são as culpadas se tu engordas assim tão facilmente!

Se há alguns anos alguém tivesse dito que a obesidade é causada por bactérias no nosso intestino, toda a gente se teria partido a rir na cara da pessoa. Agora são os cientistas que dizem que isso é realmente verdade. O segredo das pessoas magras reside na hegemonia de bactérias "magras"!

Quem pensaria que as bactérias faziam isso tudo

As bactérias que fazem parte da nossa flora intestinal, entre outras coisas:

  • ajudam o nosso sistema imunitário a distinguir entre os "bons" invasores e invasores "mauzões",
  • graças à produção de ácido butírico, que atua como alimento para as células da mucosa intestinal, elas cuidam da saúde do nosso intestino,
  • destroem as bactérias nocivas que penetram no nosso corpo,
  • com suas enzimas, elas ajudam-nos a processar várias substâncias dos alimentos - tornando-as mais acessíveis ao corpo.

E esse último recurso está interligado ao facto de uma pessoa ser gorda ou magra.

As bactérias "gordas" são mais eficazes na retenção das calorias dos alimentos

Entre os resultados que mais surpreenderam os cientistas, é precisamente o quanto as bactérias afectam o nosso peso corporal! Por outras palavras, há dois grandes grupos de bactérias que predominam no nosso intestino: as Firmicutes e as Bactéroides. Vamos então chamá-las de F e B para facilitar a explicação.

As bactérias F são mais eficazes na extração de energia dos alimentos, o que, sem a sua ajuda, não poderiam ser digeridas. Isto significa que essas calorias em excesso serão sintetizadas na forma de reservas de gordura. No entanto, se as bactérias B predominarem no teu intestino, a comida não usada vai ser simplesmente eliminada do teu corpo.

O que comes vai afectar o tipo de bactéria que será alimentada

Entre as bactérias no teu intestino predominam as bactérias F ou B, ou seja, as bactérias "gordas" ou "magras", e estas dependem apenas daquilo que comes. Não te surpreendas se dissermos que essas bactérias "magras" preferem alimentos mais ricos em fibras e saudáveis, como frutas, verduras e cereais integrais.

Pesquisas atuais mostraram que o uso de vários probióticos (bactérias simplificadas e boas) pode alterar a composição da microbiota intestinal (flora intestinal) e, portanto, perder peso.

Os probióticos podem ajudar-nos

Uma recente meta-análise, a rainha de todos os estudos que resume e agrega os resultados de inúmeros estudos, mostrou que são precisamente as bactérias lácticas, especialmente as lactobacilos, aquelas que apresentaram a maior redução no peso corporal e massa. gordura, já em menos de 12 semanas.

A resposta às últimas descobertas é o nosso produto Slimbiotics, que contém 9 espécies de bactérias lácticas, incluindo 6 do género Lactobacillus. Estas em combinação com alcachofra e chicória, ajudar-te-á a sentires-te melhor e, especialmente, a perder peso facilmente.

Quem teria pensado, que se pode conseguir uma figura perfeita assim tão facilmente!

← Back to blog